Aqui tem um lugar para você

Quanto custa morar em Pelotas? 6

quanto custa morar em Pelotas?

Agora que você já decidiu ancorar o seu barquinho por aqui, é hora de saber quanto custa morar em Pelotas. Suas principais preocupações são: moradia, transporte, alimentação e lazer. Não pense que o lazer não é importante! Ele é vital para manter sua saúde física e mental. Venha dar uma volta por Pelotas com a gente. Não precisa trazer grana, esse rolê vai ser totalmente gratuito. Bora!

Parece que você escolheu Pelotas para ser sua base de operações durante a vida universitária. Excelente escolha, meu jovem. Podemos garantir que não lhe faltarão coisas para fazer aqui na Capital do Doce. Por sinal, tem como não simpatizar com uma cidade reconhecida pelos seus doces deliciosos? E a melhor parte: eles nem são caros! Opa, agora tocamos em um assunto que está preocupando você, não é mesmo? O custo de vida em Pelotas. Relaxe. Sente-se para trás e fique bem confortável. Vamos conversar sobre isso.

Saiba que, assim como você, muitos outros optam por cursar o ensino superior aqui. Isso faz de Pelotas uma coisa que chamamos de “cidade universitária”, ou seja, ela reúne universitários dããã. Sabe o que universitários mais gostam de fazer? Economizar. E o custo de vida em Pelotas permite isso, sim senhor. Aqui você pode assistir a uma peça de teatro e ir a um show sem pagar nadinha. Isso porque, além de ser uma cidade universitária, Pelotas é uma cidade cultural. A cultura pipoca pelas ruas, o que resulta em vários espetáculos gratuitos por aí. É só ficar ligado! Faz bem para seu corpo, alma e bolso.

Caso a sua vibe do dia peça um programa mais sossegado, fique tranquilo. Existem muitos lugares que você pode ir para simplesmente se jogar na grama e relaxar. Passear de bike no Laranjal, caminhar na Dom Joaquim (você a chamará de Donja logo, logo), curtir um pôr do sol com a vista deslumbrante do Quadrado, lagartear com os amigos no Recanto de Portugal e apreciar a beleza da Praça Coronel Pedro Osório. Anote o nome desses lugares, você com certeza irá querer conhecê-los. E o melhor: todos têm custo zero, meu caro universitário. Viu só? Falamos que o custo de vida em Pelotas podia ser amigável.

Até agora, falamos do custo de vida em Pelotas no quesito lazer. E acredite: poderíamos continuar citando lugares maneiros da cidade por várias páginas. Quem gosta de arquitetura vai enlouquecer com os prédios históricos… Mas ok, agora é hora das necessidades um pouco mais básicas, como aluguel, transporte e alimentação. Falando em transporte, você vai precisar de um guarda-chuva. Separe uns 15 reais para gastar em tal item, ele será vital para sua sobrevivência. E para manter suas roupas secas.

Apartamentos são a opção de moradia mais indicada para universitários, por questões de manutenção, segurança e, é claro, valor. Você pode alugar um só para você ou dividir com amigos. Também existem diversos pensionatos espalhados pela cidade, fica a seu critério. Vamos colocar as opções e sua média de valores em uma pequena lista, para ficar mais fácil de visualizar.

 “Modalidades” de moradia

Vou alugar um apêrtamento só para mim! Yay!

Nessa opção você gastará em torno de 800 reais mensais se quiser morar no centro da cidade, em um apartamento de 1 dormitório. Nos bairros, esse valor pode cair pela metade.

Vou alugar um apartamento de 2 quartos e dividir com um amigo gente boa! Uhu!

Essa opção é mais econômica. Você gastará, em média, 1000 reais mensais de aluguel se optar por viver no centro. Nos bairros, esse valor costuma ficar próximo dos 700 reais. Dica: se for morar em um grupo muito grande, cogite o aluguel de um apartamento de 3 dormitórios, o valor não varia muito e você não precisará dormir empilhado em seus colegas de apê.

 

Sou uma pessoa muito sociável! Vou morar em um pensionato.

Se você não quer ficar sozinho, gosta de ter pessoas em volta e está a fim de economizar uma grana: os pensionatos estudantis podem ser a escolha perfeita. Existem várias opções e valores, tudo depende da sua necessidade. Os mais básicos custam em torno de 200-300 reais mensais.

Essas são as suas principais alternativas para ter um teto pra chamar de seu. Ou nosso, dependendo da sua escolha.

A Casarão tem um serviço de consultoria especializado para buscar o imóvel ideal para você. Coloque suas preferências aqui e um de nossos consultores vai te enviar uma seleção de imóveis com seu perfil.

E pra sair do lugar, como faz?

Outro fator que contribui para o custo de vida em Pelotas ser amigável é a facilidade de deslocamento. O centro da cidade pode ser facilmente percorrido a pé e você vai encontrar de tudo nos calçadões da cidade. Sério, não deixe de visitá-los. Mas já avisamos: ele está lotado de doces. É doce pra tudo quanto é lado. E eles custam, em média, menos de 3 reais. Prepare-se.

Voltando: morando no centro ou nos bairros, os ônibus são a forma mais barata de andar grandes distâncias pela cidade. O mais difícil para os recém-chegados (e para muitos pelotenses) é entender a lógica das linhas. Por isso, é sempre bom usar o velho hábito de perguntar para o motorista para onde ele está indo, para evitar turismo indesejado pela cidade. Dica amiga: utilize o app Citta Mobi para ficar ligado nos horários de todas as empresas de ônibus que circulam pelas ruas de Satolep. Ele está disponível na aqui.

Ultimamente, a cidade vem investindo na ampliação das ciclovias existentes e criação de novas. Um fato interessante é que Pelotas localiza-se em uma região geomorfológica conhecida como “planície costeira gaúcha”. O significado dessas palavras difíceis é o seguinte: a cidade é absurdamente plana. Ou seja, a bike pode ser o seu meio de transporte principal.

“Tá, mas e se eu sair de uma festa no meio da madrugada?”

Procure utilizar-se de caronas solidárias em casos como esse, mas caso não seja possível, os táxis estão sempre à disposição. Saiba que, independentemente da hora, existem taxistas que operam sempre na chamada “Bandeira 1”, que é uma tarifa mais em conta. Procure conhecê-los.

Tem um carro? Maravilha. Só um aviso antes de estacionar: a região central é tarifada por parquímetros. Tudo muito bem sinalizado, só mencionamos para você ficar ligado mesmo.

E a comida? Não dá pra viver só de doce…

A alimentação talvez seja a menor das suas preocupações neste momento, mas garantimos, após duas semanas comendo macarrão instantâneo e torradas, esse pensamento vai mudar. O custo de vida em Pelotas permite que você gaste pouco sem deixar de se alimentar bem, tudo depende do que você quer.

Quem vai estudar na UFPel sempre tem à disposição o Restaurante Universitário (RU), conhecido por ser bom e barato. O pessoal que vai para uma das outras universidades terá um pouco mais de trabalho na caça do alimento, mas nem tanto assim também. Dica: pesquise os restaurantes da cidade no Trip Advisor. E comece agora mesmo a procurar no YouTube vídeos que te ensinem a cozinhar, pois comprar sua própria comida e fazer em casa é uma forma econômica de resolver o problema da alimentação. E pode ser bem divertido, caso você não incendeie nada.

Por sinal, a cidade também é famosa por seus lanches. Corre pro Circulus experimentar o Cheese Bebum!

Caros universitários, acabamos nos estendendo um pouco, mas é por uma boa causa. Nossa última dica de hoje é um site que vai ajudar a te situar nos preços de diversos itens importantes. Ele é colaborativo, então não são dados exatos, mas mesmo assim é bastante útil.

Até a próxima! o/\o

Quer saber tudo sobre Pelotas? Baixe aqui um e-book completo, escrito de universitário para universitário.

e-book Pelotas de A a Z

Ficou em dúvida? Responda nosso quiz e conheça o bairro certo para você.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

6 pensamentos em “Quanto custa morar em Pelotas?

    • Mkt Casarão

      Ficamos felizes que tenha gostado do texto e que ele tenha despertado seu interesse por Pelotas.
      Será um prazer recebê-la. 🙂

  • Rafael

    nossa quanta informação equivocada. Moro aqui exatamente um ano e meio e tou procurando essas vantagens que vc falou.

    • Mkt Casarão

      Olá, Rafael! Obrigada por seguir nosso blog. O material foi elaborado conforme as informações conforme a data de postagem e iremos analisar para averiguar se algo está desatualizado.

  • luiz carlos teixeira

    Página informativa muito útil. Grato ao “Casarão” Imobiliária que conheço, em Pelotas. Boas informações e orientações. Luiz